George Michael (1963-2016)

 

Ontem a noite procurei por todo tipo de fonte que pudesse desmentir a notícia, pois para dar o furo da reportagem, os sites andam demasiadamente irresponsáveis não buscando a veracidade do emitido, mas em poucos minutos de busca fui perdendo as esperanças, era verdade, George Michael tinha partido naquele dia.
Meses atrás, minha mãe veio me relatar a morte de George Martin, confundindo com George Michael. Agora pela manhã me contou com o olhar, já percebendo que eu estava ciente…

 

Um artista que me transmitiu sua sensibilidade desde a infância naqueles anos 80. No rock eu viajava pelo espaço sideral em puro surrealismo, no Pop romântico e dançante era uma introspectiva viagem ao auto conhecimento em minha formação pessoal. Encarando o mundo dos relacionamentos amorosos, os bares, solitário, aliás, as músicas e eu. Os bailinhos de garagem, as danceterias… E George sempre presente, pavimentando o caminho em sua interpretação sempre emotiva. Like a Baby me acompanhou na primeira desolação amorosa.

O álbum Faith veio como uma bomba que balançou meus conceitos. I Want Your Sex? WOW! A música Faith me mantinha ligado a uma paixão juvenil, que fez este amor crescer demasiadamente quando vi o álbum na casa da garota, foi um impacto positivo. “Ela ouvia o mesmo que eu!”. Pensava eu, mesmo nunca tê-la beijado no rosto sequer…

George fez a melhor homenagem ao Queen e a melhor versão a uma canção já realizada com Somebody To Love.

Crítico, filantropo e livre. Muito hostilizado por sua homossexualidade. Inclusive recebeu “orações” por sua morte quando internado em

Há uns 11 anos atrás, costumava passar finais de semana na capital paulista, vivendo o melhor da noite… Era regra deixar o video cassete programado para gravar o Pânico na TV. Sim, mal gosto, eu tolerava o programa por conta de algumas matérias que esperava com o Mendigo e Mano Quetinho, em especial o Um Dia de Tristeza. Naquele final de semana eu não tinha deixado programado, portanto naquele domingo iria embora mais cedo para assistir em casa, naquela ressaca de pós festa. Durante a viagem, a música You Have Been Loved permaneceu em minha mente por duas longas horas, desconfortável de tanta repetição. Chego em minha cidade, enfim a música desaparece da mente. Sigo pra casa, ligo a TV e começo a ver o programa. De repente a imagem trava, e em seguida desaparece, deixando a tela escura, em silencio por um tempo, que é rompido por qual música? You Have Been Loved. Levei alguns segundos pra me tocar que era aquele looping ocorrido na viagem. Se eu recuperar os escritos da época lapidando e acrescentando, daria um roteiro interessante. Enfim, em seguida entrou o som da programação normal com a imagem do caminhão da Rede TV em movimento.

Na noite de natal cantei Careless Whisper e Fast Love entre amigos, feliz, um novo ano se aproximava, o documentário, o álbum novo… Não, não pelo natal em sí, mas por ter uma data que posso reencontrar amigos reunidos, abraçá-los, em especial os que perderam entes queridos neste 2016.

Este ano de 2016 foi um golpe duro contra a música mundial, de início partiu Bowie, e então Black, Glenn Frey, Prince, Keith Emerson, Maurice White, Pete Burns, Leonard Cohen, Greg Lake findando-se com George.

Cantou Last Christmas, Do They Know It’s Christmas?,Miss Sarajevo e December Song, partindo ironicamente no 25 de Dezembro.

Superar não sei se é a palavra, mas como esbarrar no Wikipedia e ler que George foi um cantor, e não mais o é sem deixar escapar uma lágrima? I’m so cold, inside… Maybe just one more try…

Abaixo, uma brincadeira que circulou pelo Facebook em 2011, e minhas respostas, é claro, em alusão a ele.

Minha vida de acordo com George Michael

6 de julho de 2011 às 10:23

  • Usando nomes de músicas apenas de um artista ou grupo, tente habilmente responder a essas perguntas.
  • Passe para 25 pessoas, e de volta pra mim.
  • Você não pode usar a banda que eu usei. Tente não repetir um título da canção.
  • É muito mais difícil do que você imagina!

◘ Siga estas simples instruções: Vá em ”notas” com abas em sua página de perfil, cole as instruções no corpo da nota, escreva o seu título como ”Minha vida de acordo com (nome da banda) ”, apagar as minhas músicas e introduzir as suas respostas, incluindo eu (marcação é feita no canto direito da APP), em seguida, clique em Publicar.

Você é um homem ou mulher: I’m Your Man

Descreva-se: The Strangest Thing

Como você se sente: Freak

Descreva o local onde você vive atualmente: Flawless

Se você pudesse ir a qualquer lugar, onde você iria? A Different Corner

Sua forma de transporte preferido: Cars And Trains

Seu melhor amigo: Roxanne

Você e seu melhor amigo são: Precious Box

Qual é o clima: Hard Day

Se sua vida fosse um programa de TV, o que seria chamado: Star People

O que é vida para você: Freedom

Seu relacionamento: Careless Whisper

Seu medo: Older

Qual é o melhor conselho que você tem a dar: Patience

Pensamento do Dia: Move On

Sinceramente? Eu faria aqui uma lista de situações para cada álbum, para cada canção, me aprofundaria ao já escrito, mas está turbulento, preciso de um passeio pela natureza.

Georgios Kyriacos Panayiotou ★ 25 June 1963 † 25 December 2016

Veja também

The following two tabs change content below.
Wagner Moloch
Comandante da frota dos Homens do Espaço, Moloch procura trazer à tona o que outrora estava encoberto. Um escultor que dá forma à suas memórias e pesadelos, como editor audivisual produz e trabalha com curtas, videos promocionais, fotografia e documentários, já tendo trabalhado também com direção de arte. Como colecionador arquiva para contribuir com a propagação da história, eu seus devaneios costuma tornar o universo-bolha plausível ao paladar.
Wagner Moloch

Latest posts by Wagner Moloch (see all)

Comente, opine, grite, chore, manifeste-se!

Deixe um comentário

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>